Transplante de Fígado

O transplante hepático é o único tratamento que promove a cura para a cirrose hepática terminal. Diversas doenças podem levar a uma inflamação crônica do fígado, e se está não for adequadamente tratada, pode evoluir para um estágio irreversível, que é a cirrose.

As principais causas no Brasil são as hepatites virais (C e B) e o alcoolismo em segundo lugar. No entanto, diversas outra doenças também podem evoluir para a cirrose, como a hepatite auto imune e a esteato-hepatite, que vem crescendo em importância.

O transplante hepático também é indicado em casos de alguns tipos de câncer do fígado, como o hepatocarcinoma ou o tumor neuroendócrino.

Com o avanço da técnica operatória e anestésica e o uso de drogas imunossupressoras, o transplante atualmente tem sobrevida superior a 90% em um ano em grandes centros, garantindo não só a cura da cirrose, mas qualidade de vida aos pacientes.

Todo paciente com hepatite viral crônica ou cirrose deve ser acompanhado por cirurgião especialista para avaliação quanto à necessidade de transplante precoce.

Entre em contato conosco
Inscreva-se na nossa Newsletter

Sobre nós

Somos um casal de cirurgiões que trabalha junto há mais de 10 anos, com 800+ procedimentos de alta complexidade realizados.

SER - Clínica Oncológica

Telefone: (91) 3249-8012Endereço: Passagem Euclides da Cunha, 50, Batista Campos, Belém, PAVer no mapa

Santa Casa de Misericórdia do Pará

Atendimentos pelo SUS através de encaminhamento da rede de saúdeEndereço: Av. Generalíssimo Deodoro, 1, Umarizal, Belém, PAVer no mapa